Nado Sincronizado

De Flapédia
Ir para: navegação, pesquisa
Nado Sincronizado

Conteúdo

História

Considerado esporte Olímpico desde 1984, o Nado Sincronizado surgiu no Flamengo por volta de 1979, com a professora Ana Maria Lobo. Com movimentos perfeitos, o balé aquático encanta adultos e crianças. Por se tratar de um esporte submerso, é necessário que a aparelhagem de som (cassete, CD) contenha auto falantes sub aquáticos. Gestos precisos, delicados e cheios de sensualidade são os requisitos básicos da modalidade, que é composto por quatro tipos de provas:

Figuras


Figuras:
Quatro exercícios técnicos (de doze) com diferentes graus de dificuldade. Geralmente, os exercícios são sorteados dois dias antes das provas e executados individualmente. O total dessa pontuação é somado com o total da pontuação de rotina (coreografia). O atleta deve usar maiô preto e toca branca. Nas provas de rotina (coreografia), os maiôs podem ser bordados ou não, contribuindo para o brilho das atletas dentro d'água.

Solo:
Coreografia (rotina) executada por uma única atleta. Existe a rotina técnica (coreografia com elementos obrigatórios e que em muitas competições substitui a prova de figuras) e a rotina livre (coreografia com movimentos livres, onde a capacidade de surpreender os juízes conta muito).

Dueto:
Rotina executada com duas atletas, onde valem pontos a sintonia da dupla.

Equipe:
Rotina executada no máximo com oito atletas e no mínimo com quatro atletas.

Atletas

Do Passado

Atuais


Comissão Técnica: Maura Xavier, Danielly Pimentel, Glaucia Heier, Roberta Périllier

Base

Principais Técnicas

Pan do Rio

Mais uma vez no Pan-Americano, as atletas rubro-negras deram um show, e conseguiram resultados expressivos.

Caroline Hildebrandt (Dueto e Equipe) - Bronze no Dueto e por Equipes
Gláucia Heier (Equipe) - Bronze por Equipes
Michelle Frota (Equipe) - Bronze por Equipes
Giovana Stephan (Equipe) - Bronze por Equipes
Técnica: Roberta Périllier

Pan de Santo Domingo

As atletas Caroline Hildebrandt, Gláucia Souza e Beatriz Leite fizeram bonito durante o Pan-Americano de Santo Domingo - 2003, ao conquistar a medalha de bronze. A técnica da equipe brasileira, Roberta Perillier, foi o destaque rubro-negro durante os anos de glória da modalidade olímpica.

Títulos

Adulto


Campeonato Estadual Absoluto (5 títulos) : 1992, 1997, 1998, 1999, 2000
Campeonato Brasileiro Absoluto (11 títulos): 1997, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2005, 2006, 2008, 2009, 2010
Campeonato Sul Americano Absoluto: 2001
Torneio Estadual de Figuras de 2003
Torneio Estadual Temático de 2003
Campeonato Brasileiro Absoluto de 2007 (1ª lugar com Giovanna Stephan e Lorena Molinos na prova de Dueto Livre)
Campeonato Brasileiro Absoluto de 2007 (1ª lugar por Equipe)
Campeonato Brasileiro Absoluto de 2007 (1ª lugar com Giovanna Stephan e Gláucia Héier na prova de Dueto)

Categoria de Base

Juvenil:
Torneio Bernardo Barradas de 1980
Campeonato Brasileiro (5 títulos): 1981, 1986, 1999, 2000 e 2003
Campeonato Brasileiro de Solo (3 títulos): 1999, 2000 e 2001
Campeonato Estadual (6 títulos) : 1986, 1988, 1989, 1992, 1999 e 2000

Juvenil B:
Campeonato Brasileiro de Dueto de 2002
Campeonato Brasileiro de Solo de 2002
Campeonato Brasileiro de 2001
Campeonato Brasileiro de Dueto de 2001
Campeonato Brasileiro de 2000
Campeonato Brasileiro de 1988
Campeonato Estadual (3 títulos): 1993, 1997 e 1998

Juvenil A:
Campeonato Brasileiro de 2000
Campeonato Estadual (3 títulos): 1991, 1992 e 1999
Campeonato Carioca Juvenil A (1ª lugar no solo) de 2007
Campeonato Carioca Juvenil A (1ª lugar no dueto) de 2007

Júnior:
Campeonato Brasileiro de Rotina Livre de 2007
Campeonato Brasileiro Dueto de 2007, com Lorena Molinos e Giovana Stephan
Campeonato Brasileiro Dueto técnico de 2007, com Camila Ururahy e Marcela Pereira
Campeonato Brasileiro Solo de 2007, com Giovana Stephan

Infantil A:
Campeonato Estadual (5 títulos) : 1979, 1981, 1996, 2002 e 2003
Campeonato Brasileiro (4 títulos) : 1981, 1986, 1997 e 2003
V Campeonato Brasileiro de Inverno de 1996
Campeonato Brasileiro de Inverno de 2002
Campeonato Estadual de Inverno de 1996

Infantil B:
Campeonato Brasileiro de 2002
Campeonato Estadual de Inverno de 2003
Campeonato Estadual de 2003 e 2007

Estreante:
Campeão do II Campeonato Brasileiro de 1996

Ver também

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas