Maria Lenk

De Flapédia
Ir para: navegação, pesquisa
Maria Lenk

Introdução

Maria Emma Hulga Lenk Zigler (São Paulo, 15 de Janeiro de 1915Rio de Janeiro, 16 de Abril de 2007) foi a maior nadadora brasileira em todos os tempos. A única mulher brasileira no Swimming Hall of Fame em Fort Lauderdale na Flórida. Filha de imigrantes alemães que vieram ao Brasil em 1912, Maria Lenk foi a primeira nadadora brasileira a estabelecer um recorde mundial e deu ao Flamengo diversos importantes títulos.

História

Nadava desde os primeiros anos da introdução das competições no Brasil, participando das provas ainda em mar aberto. Foi a primeira mulher da América do Sul a participar de uma Olimpíada, a de 1932 em Los Angeles, ainda com 17 anos de idade.

Foi uma das pioneiras no nado borboleta moderno, e a primeira mulher a executá-lo nos Jogos Olímpicos em 1932. Conseguiu viajar graças a venda do café que servia durante a viagem no navio de transporte até Los Angeles. Chegou às semifinais da prova dos 200 peito tendo também participado dos 100 livre e 100 costas. Ainda esteve nos Jogos de 1936 em Berlim onde era uma das favoritas para o título dos 200 peito e chegou mais uma vez às semifinais.

Atingiu seu auge no final da década de 30, quando estava se preparando para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Mas as Olimpíadas foram canceladas, por causa da Segunda Guerra Mundial, gerando uma grandedecepção para a atleta, pois era favorita.

Em 1939, ela havia batido os recordes mundiais dos 200 e 400m peito, tornando-se a única nadadora sul-americana recordista mundial. O recorde dos 400m peito, 6min15s80, foi registrado no dia 11 de outubro daquele ano, na piscina do Botafogo. No mês seguinte, Lenk nadou 2min56s90 na piscina do Fluminense.

Em 1942 ajudou a fundar a Escola Nacional de Educação Física, da Universidade do Brasil, atual UFRJ.

Em 2003, após três anos de pesquisas, lançou o livro Longevidade e Esporte, que mostra os benefícios trazidos pela prática de esportes. Até os últimos dias de vida nadava cerca de 1.500m/dia.

Em 13 de janeiro de 2007, a prefeitura do Rio de Janeiro publicou decreto do executivo municipal dando o nome de Maria Lenk para o Parque Aquático do Jogos Pan-americanos de 2007.

Maria Lenk faleceu aos 92 anos de idade, por parada cardiorrespiratória, após exercitar-se na piscina do Clube de Regatas do Flamengo.

Ver também

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas