Júlio César Soares Espíndola

De Flapédia
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo

Biografia

Júlio César

Não existe forma de se falar do excepcional goleiro Júlio César sem associá-lo rapidamente com o Flamengo, clube que o revelou e que segundo o próprio Júlio, é uma das suas maiores paixões. Seguindo uma trajetória parecida com a de grandes ídolos rubro-negros, enquanto esteve no Brasil, Júlio César defendeu apenas as cores do Mais Querido do Brasil, e somente se transferiu para a europa em virtude da necessidade eminente que um jogador do sua estirpe necessitava para alçar novos horizontes.

Revelado nas divisões de base do Flamengo, Júlio César iniciou sua carreira profissional em 1997, como reserva de Clêmer. Porém, aos poucos, o jovem goleiro foi ganhando a confiança dos rubro-negros e, em 2001, já era o titular absoluto da equipe.

A raça, e a paixão dedicada pelo goleiro á camisa do Flamengo unidas ao seu excepcional talento em baixo das traves, fez com que Júlio conquistasse além da maior torcida do Brasil, dois Campeonatos Cariocas e uma Copa dos Campeões como titular, e outros dois Estaduais e uma Copa Mercosul como reserva.

Já em 2002, Júlio César era considerado um dos melhores goleiros do país, e por muito pouco não formou o scratch pentacampeão mundial comandado pelo treinador Luís Felipe Scolari. No entanto, o reconhecimento não tardaria a chegar, convocado para a disputar a Copa América de 2004, atuou como o goleiro titular daquela Seleção Brasileira, que retornou do Peru com o título. Com o troféu, veio a cobiça internacional pelo passe do atleta e as propostas pelo goleiro eram cada vez mais polpudas.

Foi no ano de 2005 que o habilidoso Júlio César se despediu do Flamengo. Naquele ano se envolveu numa transferência para a Itália. No primeiro semestre, esteve no Chievo Verona e em julho foi para o clube que adquiriu seu passe, a Inter de Milão. Lá, passou a ser titular em 2006, mesmo ano de sua primeira Copa do Mundo, na Alemanha, onde foi terceiro goleiro. No entanto, em virtude da necessidade de renovação da Seleção Canarinho, Júlio assumiu a condição de titular absoluto em pouco tempo, sendo hoje um dos mais respeitados goleiros do planeta.

Em 2010 Julio viveu um ano de grandes conquistas, primeiro faturou a tríplice coroa com a Inter de Milão, levando a Copa da Itália, o Campeonato Italiano e a cobiçada Champions League. Depois firmou-se como incontestável goleiro titular da Seleção Brasileira que disputaria a Copa do Mundo da África do Sul. Outrossim, na competição de seleções, Julio dividiu com o povo brasileiro, o amargo sabor da eliminação nas quartas-de-final.

A redenção, no entanto, veio no Maracanã, palco conhecido por Júlio desde os tempos de Flamengo. Com atuação brilhante, o goleiro sagrou-se bicampeão da Copa das Confederações em 2013.

No ano seguinte foi convocado a formar o onze que disputaria a Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil. Desta feita, no entanto, Júlio não teve a sorte da Copa das Confederações. Apesar de ter se destacado nas oitavas de final contra o Chile, o goleiro, cria da Gávea, sucumbiu na semi-final, com o restante da Seleção, diante da poderosa Alemanha, esta trajada de vermelho e preto em homenagem ao Flamengo.

Dados

Nome Completo: Júlio César Soares Espíndola
Dia do Nascimento: 3 de Setembro de 1979
Nascimento: Duque de Caxias - RJ
Posição: Goleiro
Altura: 1,86 m
Peso: 79 Kg

Nº de Jogos: 285
Nº de Gols: 0

1° Jogo: 13 de Maio de 1997 (Flamengo 1x0 Palmeiras)

Histórico

Anos Time
1997-2004 Flamengo
2005 Chievo - Itália
2005-2012 Internazionale - Itália
2012-2014 Queens Park Rangers - Inglaterra
2014 Toronto FC - Canadá
2014 Benfica - Portugal
2002-2014 Seleção Brasileira

Títulos

Flamengo

Internazionale

Seleção Brasileira

Estatísticas

Ano Jogos Gols Sofridos Média Cartão Amarelo Cartão Vermelho
1997 10 6 0,6 - -
1998 5 6 1,2 - -
2000 28 39 1,39 - -
2001 69 81 1,17 - -
2002 54 94 1,74 - -
2003 59 91 1,54 - -
2004 60 74 1,23 - -
Total 285 391 1,37 - -

Registros

Máximo de jogos seguidos sem tomar gol: 5 jogos (1 vez)
Máximo de gols no mesmo jogo: 6 gols (2 vezes)
Quantidade de jogos sem sofrer gol: 81 jogos

Links Externos

Ver também

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas