Gilberto Ferreira Cardoso

De Flapédia
Ir para: navegação, pesquisa
Gilberto Cardoso

Biografia

Gilberto Ferreira Cardoso, (Campos dos Goytacazes , 1 de Novembro de 1906 - RJ, 27 de novembro de 1955) foi presidente do Clube de Regatas do Flamengo entre 1951 e 1955.

Foi um dos maiores presidentes da história do clube e o único dirigente a possuir uma estátua em sua homenagem. Foi presidente de 1951 a 1955. Morreu no exercício do cargo em 25 de Novembro de 1955, vítima de um infarto do miocárdio, causado pela grande emoção de uma cesta no último segundo de um jogo de basquete feita por Guguta, na decisão entre Flamengo e Sírio Libanês, quando o Flamengo conquistou mais um título carioca, o sexto consecutivo. O ginásio do complexo do Maracanã, onde ocorreu tal fato, passou a se chamar Ginásio Gilberto Cardoso, o popular Maracanãzinho.

Ele peou o Flamengo muito mal financeiramente, esportivamente e socialmente. Em 1951, o Flamengo realiza sua primeira excursão à Europa e volta invicto, vencendo os 10 jogos que disputou. Ele reforçou o time, transformando-o no famoso Rolo Compressor, que seria tricampeão carioca em 1953, 1954 e 1955. Também formou times fantásticos de basquete – que foi decacampeão estadual e bicampeão sul-americano - , de vôlei e atletismo. A Sede da Gávea voltou a ter muitas atrações para os sócios do clube. Em sua administração, o Flamengo abre de vez as portas da Europa, realizando vitoriosas excursões e elevando o nome do futebol brasileiro.

Seu filho, Gilberto Cardoso Filho, presidiu o Flamengo entre 1989 e 1990 e em 2002, após o impeachment de Edmundo dos Santos Silva.

Mandatos: 1951 - 1952 - 1953 - 1954 - 1955

Ver também

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas