Flamengo 5x3 São Paulo - Final da Copa dos Campeões de 2001

De Flapédia
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo

História

A Copa dos Campeões foi uma competição oficial da CBF disputada pela primeira vez em 2000 com o objetivo de determinar o quarto representante do Brasil na Taça Libertadores da América, os outros eram o campeão da Copa do Brasil, o vencedor e o vice do Campeonato Brasileiro. A competição durou apenas até 2002, no entanto, mas o Fla colocou seu nome na galeria dos campeões, no ano de 2001.

Logo após a histórica conquista do tricampeonato estadual, sobre o Vasco, o Rubro-Negro chegou à final da Copa dos Campeões, contra o São Paulo. Antes, o time da Gávea havia eliminado Bahia e Cruzeiro. O primeiro jogo da decisão foi na cidade de João Pessoa, na Paraíba.

Comandado pelo atacante Edílson, o Flamengo foi com tudo pra cima do São Paulo e venceu o Tricolor pelo placar de 5x3, dando um importante passo rumo à conquista do título, que veio no jogo seguinte, quando, mesmo perdendo por 3x2, o time do técnico Zagallo levantou o caneco.

O Jogo

Edílson e Beto se abraçam, comemorando gol do Fla na Final

O São Paulo pagou caro pelos erros de sua zaga e perdeu por 5 a 3 para o Flamengo, em João Pessoa, na primeira partida da final da Copa dos Campeões. Com o resultado, o time carioca passou a poder perder por um gol de diferença, no segundo e decisivo jogo, quarta-feira, em Maceió. A missão são-paulina ficou mais difícil: teria de vencer por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis ou três para ser campeão e ficar com a vaga na Libertadores.

Os rubro-negros exploraram a entrada de Rogério Pinheiro no Tricolor e criaram boas oportunidades até abrir o placar aos 14 minutos. Gamarra lançou Reinaldo, que deixou Rogério Ceni ajoelhado e cruzou para Edílson abrir o placar. A velocidade foi o troco do São Paulo. Dois minutos depois de sofrer o gol, o Tricolor chegou ao empate numa jogada em que Luís Fabiano tocou para o gol após cruzamento de Gustavo Nery. Porém, o gol não deu equilíbrio ao setor defensivo são-paulino, que continuou a ver os flamenguistas invadirem a área e desperdiçarem chances.

O São Paulo tentou sair novamente com rapidez, mas parou na superioridade carioca no meio-de-campo. Com isso, o Flamengo fez dois gols ainda na primeira etapa. Aos 25, Petkovic cobrou falta da esquerda, Gamarra desviou para Edílson, de bicicleta, colocar a bola na cabeça de Reinaldo, que desviou para o gol. Aos 36, num contra-ataque, Reinaldo lançou Beto, que bateu na saída do goleiro e fez o terceiro.

Pet divide a bola com um são paulino

Com Carlos Miguel e Kaká nos lugares de Alexandre e Souza, o Tricolor melhorou no segundo tempo. As falhas, porém, se repetiram. Aos 12 minutos, Jean errou ao cortar a bola e Edílson ampliou. Porém, mais organizado, o São Paulo pôs pressão na equipe carioca e conseguiu diminuir dois minutos após. Depois do escanteio da direita, Rogério Pinheiro subiu de cabeça e fez o segundo gol do São Paulo. O Tricolor continuou em cima e Luís Fabiano marcou o terceiro aos 26 em lance igual ao de Pinheiro. Mas o golpe fatal veio aos 34, novamente num erro da zaga Tricolor. Edílson fez jogada pela direita e chutou cruzado. Rogério desviou e Rogério Pinheiro tocou contra o próprio gol, sepultando as chances de empate do São Paulo.

Com essa importante vitória, o Flamengo deu o primeiro passo rumo à conquista da Copa dos Campeões do ano de 2001 e rumo à Taça Libertadores de 2002.

Vídeo

{{#ev:youtube|wkASYedIgBE}}

Ficha Técnica

FLAMENGO 5 x 3 SÃO PAULO
1º Jogo da Final da Copa dos Campeões 2001

Local: Almeidão, João Pessoa - PB
Data: 08/07/2001
Gols do Fla: Edilson(2), Reinaldo, Beto e Rogério Pinheiro(contra)

FLAMENGO: Júlio Cesar, Alessandro, Juan, Gamarra, Cássio, Jorginho, Rocha, Beto, Petkovic(Maurinho), Reinaldo(Fábio Augusto) e Edílson.

Ver também

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas