Flamengo 2x0 Vasco - Campeonato Brasileiro de 1989

De Flapédia
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo

História

Bujica ao lado de Zico

"Marcelo Ribeiro, mais conhecido como Bujica (Cachoeiro de Itapemirim, 21 de novembro de 1969), é um ex-futebolista brasileiro, anedótico atacante rubro-negro, que jogou no Flamengo entre 1989 e 1990" - esta é a definição de Bujica encontrada na enciclopédia virtual Wikipédia. Mas porque esta definição em um artigo sobre uma partida e não na biografia do atleta?

A biografia de Bujica e sua idolatria até hoje por muitos torcedores que o viram vestir a camisa rubro-negra se deve exatamente a esta partida entre Flamengo e Vasco pelo Campeonato Brasileiro de 1989. Era um jogo comum, mas, cheio de atrações extra-campo que o tornaram polêmio, digno de um Clássico dos Milhões.

Antes mesmo da bola rolar, todos já sabiam que aquele não seria um jogo qualquer, visto que marcava a estréia de Bebeto, ex-ídolo do Fla, com a camisa do Vasco. Além disso, na semana anterior ao jogo, os empolgados vascaínos, que vinham muito bem na competição, ao contrário do rival rubro-negro, cantavam uma vitória por goleada.

Mas, como diz o ditado, quem ri por último, ri melhor. E quem riu bastante foi o então jovem Bujica. Com apenas 20 anos, o atacante mostrou muito oportunismo e marcou dois gols. Os dois gols do Flamengo. Os dois gols da vitória do Rubro-Negro sobre o todo poderoso rival cruzmaltino, que depois viria a ser campeão, mas sem a tão esperada goleada diante do Fla.

O Jogo

Bujica comemora o segundo gol

Totalmente favorito, com Sorato, Bebeto, Bismarck entre outros, não havia dúvida de que o Vasco da Gama era melhor não só do que o Flamengo como também era o melhor time do Brasil na época. Mas, isso não dava direito aos cruzmaltinos de tirarem onda com os rubro-negros. E ficou provado no dia 5 de novembro de 1989 que nome não ganha jogo. Na estréia do ex-ídolo do Fla, Bebeto, com a camisa do Vasco, quem roubou a cena foi um atacante recém-promovido da base da equipe da Gávea.

A torcida vascaína era maioria. O time estava melhor, era grande favorito, e falava-se em goleada durante semana. Mas os rubro-negros presentes foram os que se deram bem. Mordidos com os comentários que diminuiram a equipe, os jogadores do Flamengo se uniram e deram uma aula de futebol aos rivais. Com muita raça, e apostando nos contra-ataques, o Fla venceu a partida por 2x0, com dois gols de Bujica.

O placar foi aberto aos 30 minutos. Bismarck perdeu a bola para Zico no meio-de-campo. O Galinho deixou com Alcindo, que tabelou bem com Luís Carlos e saiu sozinho, dentro da área. O jogador chutou, o goleiro vascaíno rebateu, e o jovem Bujica começou a escrever sua história no Flamengo. Bem posicionado, apenas empurrou a bola para o fundo das redes, no rebote. Flamengo 1x0 Vasco. Festa dos rubro-negros. Os cruzmaltinos, no entanto, pareciam nada abalados. Pareciam achar que se tratava de um acidente. Pelo contrário.

Já na segunda etapa, em mais um ótimo contra-ataque, puxado por Júnior, o Fla ampliou. O Maestro lançou na ponta, deixando Zico em ótimas condições, pelo lado direito da área. O Galinho deu um toque de muita categoria, deixando Bujica apenas incubido de completar o cruzamento, na pequena área, sem goleiro, e fechar o caixão vascaíno naquela partida. Flamengo 2 a 0, com dois do jovem Bujica.

Bebeto? Os torcedores o Fla pareciam ter se esquecido dele. O nome do dia foi Marcelo Ribeiro, o Bujica, que, depois disso, ficou conhecido como O Caçador de Marajás, em clara alusão ao ex-ídolo que trocou o Rubro-Negro pelo Vasco.

Vídeo

{{#ev:youtube|GR9BRS_15m0}}

Ficha Técnica

Flamengo 2 x 0 Vasco
Campeonato Brasileiro de 1989

Data: 05/11/1989
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Gols: Bujica (FLA)

Flamengo: Zé Carlos, Josimar, Júnior, Fernando, Leonardo, Aílton, Zico, Zinho, Alcindo, Bujica(Nando) e Luís Carlos(Zé Carlos Paulista).

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas