Fadel Fadel

De Flapédia
Ir para: navegação, pesquisa
Fadel Fadel

Introdução

Fadel Fadel, (Sumidouro - RJ, 19 de Junho de 1914) foi um presidente do Clube de Regatas do Flamengo.

De família libanesa, nasceu no interior do Rio de Janeiro e passou a participar da vida política do clube em 1942 e pertence à galeria dos maiores presidentes do Flamengo. Após um período muito conturbado na vida política do clube, conseguiu dar o equilíbrio necessário para manter o Flamengo sob controle. Foi eleito em 16 de Maio de 1961 para cumprir o restante do mandato de George Fernandes, que renunciara dois meses antes. Derrotou Carlos Soares Pereira e acabou estendendo seu primeiro mandato em um ano, até março de 1963. No dia 15 daquele mês, foi reeleito superando José Seabra. Tanto no primeiro quanto no segundo mandato, teve como vice-presidente Reinaldo Moreira Bastos.

Em 1963, ele inaugura a piscina social na sede da Gávea. Neste ano, o Flamengo volta a ser campeão de terra e mar. No futebol, o Flamengo conquista o Campeonato Carioca, após sensacional decisão com o Fluminense. No Remo, o Flamengo volta a ser campeão, agora sob o comando técnico do inesquecível Buck. Em 1965, ele inaugura a piscina olímpica do Flamengo, montando o melhor parque aquático do Rio de Janeiro, na época. Também no Basquete, Atletismo e Vôlei, o Flamengo continua a conquistar vários títulos. Foi presidente de 1961 à 1965.

Foi também diretor de futebol na gestão de Dario de Mello Pinto, quando o time conquistou o seu primeiro tricampeonato estadual (1942/1943/1944). Voltou como vice-presidente de futebol na administração de Gilberto Cardoso, época do segundo tricampeonato (1953/1954/1955). Morreu em 23 de Setembro de 1969, no Rio de Janeiro.

Mandatos : 1961 - 1962 - 1963 - 1964 - 1965

História

Era um amistoso sem nenhuma importância, tanto que Fadel Fadel nem se lembra direito do adversário. Lembra-se vagamente de que o jogo terminou empatado. Fadel ia saindo do Maracanã, caminhando pelo estacionamento em busca do carro, quando o cumprimenta um senhor de meia-idade, cabelos grisalhos, pele curtida de cor indefinida, e com uma surrada camisa rubro-negra. Afável, sobretudo com torcedores do seu Clube, Fadel responde ao cumprimento e ouve paciente o que o homem começa a lhe dizer:

– Seu Fadel, foi bom encontrar o senhor. O senhor é um homem importante, presidente do Flamengo, tem sua família, sua mulher, seus filhos, sua casa... Tem um carro bonito, tem os seus negócios... Eu queria fazer-lhe um pedido:

Fadel deixa a mão deslizar até o bolso, adivinhando o tipo de pedido que ia ouvir. O torcedor continua:

– Seu Fadel, eu queria lhe pedir para o senhor cuidar muito bem do Flamengo. O senhor tem tudo na vida, mas eu só tenho uma coisa: O Flamengo. Por favor, cuide bem dele.

Fadel acha que só naquele dia entendeu profundamente o que é a paixão pelo Flamengo."

Ver também

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas